OAB: Constituição do Orgulho

Em 1988 a nova Constituição Brasileira foi promulgada para todos. Mas para a população LGBTQIA+, esses direitos parecem não existir.

Para destacar os direitos da comunidade, levamos as cores da bandeira LGBTQIA+ aos 250 artigos da Constituição Brasileira enquanto redesenhamos e reorganizamos seu interior desatualizado. Agora cada cor indica diferentes tipos de crime (agressão, injúria e difamação, violência psicológica, violência institucional, violência sexual e homicídio) que violam a liberdade e direitos previstos de qualquer cidadão brasileiro. Confira o videocase da ação abaixo.